Segunda-feira, 17 de Abril de 2006

Percebes, agora, porque é que eu não me importo de ter asas?

Adriana Lima
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 17:17
link do post | comentar | favorito

... e deitei-me assim

CHAVELA VARGAS - Luz de Luna
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 01:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 16 de Abril de 2006

Eu hoje acordei assim...™

DUO DINAMICO - Resisteré


Cuando pierda todas las partidas
cuando duerma con la soledad
cuando se me cierren las salidas
y la noche no me deje en paz

Cuando sienta miedo del silencio
cuando cueste mentenerse en pie
cuando se rebelen los recuerdos
y me pongan contra la pared

Resistiré, erguido frente a todos
me volveré de hierro para endurecer la piel
aunque los vientos de la vida soplen fuerte

soy como el junco que se dobla,
pero siempre sigue en pie
resistiré, para seguir viviendo
soportaré los golpes y jamás me rendiré
y aunque los sueños se me rompan en pedazos

resistiré, resistiré.

Cuando el mundo pierda toda magia
cuando mi enemigo sea yo
cuando me apuñale la nostalgia
y no reconozca ni mi voz

Cuando me amenace la locura
cuando en mi moneda salga cruz
cuando el diablo pase la factura
o si alguna vez me faltas tú.

Resistiré, erguido frente...
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:17
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Abril de 2006

imagens QUE falam


"Penitents walk to church to start the procession of the El Baratillo brotherhood during Holy Week in the Andalusian capital Seville, southern Spain, April 12, 2006. Hundreds of Easter processions take place in Spain during Holy Week round the clock, drawing thousands of visitors."

© REUTERS/ Marcelo Del Pozo
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 19:14
link do post | comentar | favorito

Perguntas

Talvez seja pedir demais, Meu Amor, mas se eu mergulhar no abismo, amparas-me a queda? Se eu padecer na doença, velas por mim na agonia? Se eu cair em desgraça, proteges-me da miséria?
Como juram os amantes, na alegria e tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida, Meu Amor?
E quando eu for velhinha, engelhada e feia, cuidarás, ainda, de mim como uma flor do teu jardim? E quando eu me tornar seca e fraca, privada de encanto e razão, continuarás a afagar-me os cabelos? E quando eu perder o brilho e a chama que me enriquecem, continuarás a chamar-me, com carinho, Princesa…a tua Princesa… Meu Amor?
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 04:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Abril de 2006

Dragões


Dragão de Komodo

E ainda há quem diga que os dragões não existem e que os pense, exclusivamente, personagens do universo dos contos de fadas*…!

*(ou de futebol)

publicado por Sofia Bragança Buchholz às 15:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 12 de Abril de 2006

Percebes, agora, porque é que eu não me importo de ter asas?

Caroline Trentini
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 18:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Dúvida

O meu sobrinho Simão, de cinco anos, a cada segunda palavra, menciona, enjoativamente, o termo sexo ou fazer sexo, acompanhado de sorriso malicioso e de uma excitação exacerbada, infantil. O mais assustador é que constatei que os meus amigos quarentões também. E exactamente com a mesma expressão e entusiasmo idiotas. Pergunto-me se estarão, então, de alguma forma, em fases de vida semelhantes…
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 10 de Abril de 2006

Sobre Teodorico

"Entrei no Hotel do Mediterrâneo afogado em saudades da minha terra risonha: os gozos de que me via privado nesta lôbrega, inimiga Sião, faziam-me ansiar mais inflamadamente pelos que me daria a fácil, amorável Lisboa, quando, morta a titi, eu herdasse a bolsa sonora de seda verde!... Lá não encontraria, nos corredores adormecidos, uma bota severa e bestial! Lá nenhum corpo bárbaro fugiria, com lágrimas, à carícia dos meus dedos. Dourado pelo ouro da titi, o meu amor não seria jamais ultrajado, nem a minha concupiscência jamais repelida. Ah! Meu Deus! Assim eu lograsse, pela minha santidade, cativar a titi!..." [in "A Relíquia"; Eça de Queirós; Livros do Brasil; pág. 105]

Teodorico era cruel, calculista, mau. Sem princípios e emocionalmente imaturo.
Chego, confesso, a ter pena da hedionda titi…
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 13:49
link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Abril de 2006

Percebes, agora, porque é que eu não me importo de ter asas?

Adriana Lima
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 04:56
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Abril de 2006

A Fuga

Lunata não foi. Nem procurou o ramo que Demiurgo fez para ela. Não deu os 20 passos (dos dele), nem circundou o arbusto/ árvore. Deixou-se ficar, com medo da tempestade, no aconchego do seu porto seguro.
Quando voltou ao parque, já o sol dourava a Primavera. Conversou com o pato preto, evitando o assunto. Encontrou-o desalinhado − ao pato − com a sua gravata branca desordenada, preocupado. Morreram-lhe amigos, disse, lá longe. Outros, mais perto, já aqui ao lado, contou. Lunata ouviu. Sofreu com ele. Ofereceu palavras de conforto. E deixou-o, já a tarde ia longa, atarefado como de costume, mas desta vez com a dor.
Ao deparar com “aviso” (proibido nadar / profundidade 3,5 metros), sentiu no coração um aperto: aquele que sentem os arrependidos; e ao passar junto ao arbusto/ árvore, o respeito que se sente por um lugar sagrado: aquele onde jaz uma relíquia santa. Evitou-o, contudo. Ao arrependimento também.
E saiu pela entrada sul, rapidamente, com a ligeireza daqueles que fogem da armadilha dos sentimentos.
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Percebes, agora, porque é que eu não me importo de ter asas?

Adriana Lima
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:22
link do post | comentar | favorito

Dilemas na Vida de uma Mulher

Estou aqui num dilema que não sei se devo apagar ou reenviar uma "corrente" daquelas que, malogradamente, nos enviam por e-mail e que me ameaça, impiedosamente, do seguinte:

Envie isto para quatro pessoas e perderá 2 quilos.
Envie isto para todas as pessoas que conhece (ou já conheceu) e perderá 20 quilos.
(Se deletar esta mensagem, ganhará 10 quilos imediatamente)
Por isso precisei repassar... Não queria arriscar!


É que isto, sim, bolas, é grave!
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:19
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Abril de 2006

Carta de Demiurgo a Lunata: (21. 10._ _)

Querida Lunata,

Estive no parque. Travei conhecimento com o pato preto. Não lhe levei pão. Afável − o pato − "dançou" à minha volta. Dei-lhe as minhas mãos... . Desapontado, ficou-se pela relva. Tudo sob o signo da lua que deixaste ao meu cuidado. Para compensar a falta de pão, levei um ramo de flores silvestres (qual milagre de Santa Isabel). Levei-o para ti. Poderás, quiça, encontrá-lo: entrada sul; caminha até ao lago; encontrarás um "aviso" (proibido nadar / profundidade 3,5 metros); olha à tua direita e caminha nessa direcção até encontrares três pedras junto à água; na mesma direcção (tem paciência), dá cerca de 20 passos (dos meus); encontrarás um arbusto / árvore; circunda-o; no seu seio deixei as flores aninhadas num dos seus ramos.

Um beijo, do sempre teu

Demiurgo
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 16:06
link do post | comentar | favorito

Percebes, agora, porque é que eu não me importo de ter asas?

Giselle Bundchen
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 02:44
link do post | comentar | favorito

ver perfil

seguir perfil

. 10 seguidores

Espelho meu...

Nome: Eterna Descontente
Local: Lua, Mundo da Lua
eternadescontente@gmail.com

O meu alter-ego:
Sofia Bragança Buchholz

© Reservados todos os Direitos de Autor. Todos os textos, excepto quando devidamente assinalados, são da autora e a sua reprodução encontra-se interdita.

Sofia Bragança Buchholz

Era uma vez...

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Novembro 2017

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Fevereiro 2015

Novembro 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

pesquisar

subscrever feeds