Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Porque é que eu não entendo os homens e as mulheres são umas chatas?!

Quando o sms toca

Desenganem-se aqueles que pensam que o vício dos telemóveis é um problema dos adolescentes. Ou, melhor, desenganem-se aquelas que pensam que os homens aos quarenta se tornam, finalmente, adultos. É que, ir jantar com um amigo nesta faixa etária, torna-se um exercício exasperante comparável a uma aula de um nono ano, daquelas surreais noticiadas na comunicação social.
Não há coisa mais irritante que, estando nós a meio de uma eloquente frase, à luz das velas e ao sabor de um delicioso tornedó Wellington, sermos interrompidas pelo beep de um sms a entrar no telemóvel do nosso interlocutor e vê-lo, ansiosamente, qual imberbe teenager, agarrar-se àquilo com sofreguidão, esquecendo-se da nossa presença na sala. E se pensamos que a coisa fica por ali, é vê-los durante todo o repasto, num ping pong de mensagens invejável a qualquer campeão da modalidade.
Se isto numa mulher seria aceitável, imperceptível, até, pois é conhecida a nossa capacidade de nos concentrarmos em várias actividades ao mesmo tempo, num homem a coisa torna-se um descalabro total. Incapazes de prestar atenção ao diálogo, incapazes de gerir as duas acções, o jantar torna-se um monólogo aborrecido, pontuado com hilariantes cenas cómicas quando, em pânico, os ouvimos exclamar desesperados, que se enganaram na destinatária da mensagem.
E se, qual professora do mediático 9º C, pensamos conseguir persuadi-los a desistirem de tal brincadeira, temos o maior choque das nossas vidas, quando vemos o nosso cavalheiro amigo, o nosso gentil companheiro, sempre disposto a ir buscar-nos a casa, abrir-nos a porta do carro e pagar-nos o jantar, quase capaz de nos chamar "peixona" e de nos berrar descomposto de cólera “Dá cá o telemóvel! Já!”.

[Também postado aqui]
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 17:11
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De JAKIM a 6 de Junho de 2008
Sofia,

Já pensou em jantar à luz das velas com um amigo... cinquentão?

1. Vantagens:
1.1 Pertence a uma colheita que ainda sabe estar à mesa e dar a devida atenção às mulheres;
1.2 Ainda se lembra de um ditado, entretanto caído em desuso, segundo o qual “enquanto se capa não se assobia”;
1.3 Tem muito menos apetência pelas novas tecnologias.

2. Desvantagem:
2.1 Terá mais umas rugas mas a luz das velas é, como se sabe, muito permissiva.
De Eterna Descontente a 6 de Junho de 2008
Não sei se é o caso... mas se for, tem também, pelos vistos, mais sentido de humor. O que é, obviamente, uma vantagem ;-)
De JAKIM a 6 de Junho de 2008
Parafraseando Bond, o do Fleming… e vão quatro, um ponto quatro!

Atenção, Sofia, há que refazer as agulhas. Falo, obviamente, das que desviam comboios e mudam rumos porque as outras, as de tricotar, já só servem hoje em dia para, em noites cálidas e à luz das velas, espicaçar a coxa e o ego do quarentão de turno quando ele se porta mal à mesa e em vez de comer a sopa e prestar atenção à conversa da querida e bela companheira começa a brincar com a sua adorada e electrónica chave de Morse.

Eternamente Descontente: não me lembrei dessa, da do acréscimo de sentido de humor, mas obrigadinho pela parte que me tange.
De JAKIM a 6 de Junho de 2008
MIL DESCULPAS (lá estou eu outra vez com a mania das gradezas! Mil?)pela duplicação dos textos, facto que se deveu a nabice minha. Pensei que tinha feito asneira e bumba...vai de repetir a(s) dose(s).
De Eterna Descontente a 6 de Junho de 2008
Pronto, já estão limpas as duplicações!
De José M. Barbosa a 7 de Junho de 2008
?
Z.
De José M. Barbosa a 10 de Junho de 2008
Muito bom.
Z.

Comentar post


ver perfil

seguir perfil

. 9 seguidores

Espelho meu...

Nome: Eterna Descontente
Local: Lua, Mundo da Lua
eternadescontente@gmail.com

O meu alter-ego:
Sofia Bragança Buchholz

© Reservados todos os Direitos de Autor. Todos os textos, excepto quando devidamente assinalados, são da autora e a sua reprodução encontra-se interdita.

Era uma vez...

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Novembro 2017

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Fevereiro 2015

Novembro 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

pesquisar

subscrever feeds