Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2007

Um subconsciente pequenino

No Médio Oriente, que mais parecia a Ásia profunda, uma equipa peculiar de voluntários − um dos quais se deslocava sempre com o filho deficiente às cavalitas, como se de um todo se tratassem − reúne esforços para pôr a salvo uma criança, perseguida por ter uma estranha particularidade − uma espécie de clítoris, pendurado no osso púbico − e uns olhos muito azuis.
A equipa engendra planos para resgatar a dita menina das mãos vis da família de ditadores que governa o país e a entregar ao avô, um chinês de pele curtida, de longos cabelos e bigodes brancos, que conduz uma engraçada mota de água, com a cabeça de um pato, e que a espera na praia para a levar para uma ilha segura.
Na blogosfera o acontecimento é seguido com particular interesse. No blog do
João Gonçalves os comentários chovem; as ideias e opiniões dos leitores surgem de todos os lados, a rodos, num entusiasmo tal, só comparável aos warblogs durante a segunda Guerra no Golfo.
Entretanto, a intriga política fervilha. O Ministro dos Negócios Estrangeiros do tal país têm um affair com outro político e a prova encontra-se na declaração de amor − com corações e tudo! − escrita a esferográfica azul, num caderno escolar pautado, que o dito Ministro me entrega por engano (sim, pelos vistos, também faço parte da tal peculiar equipa).
Ao aperceber-se do erro, este, manda as suas tropas encetarem-me uma perseguição − a mim, e à espécie de James Bond doméstico que faz de meu partner − digna de filme policial, em que enfrento tiros e fios cortantes e que acaba no posto médico de Lordelo de Ouro, lugar − ora, quem havia de dizer − neutro, isento, seguro, qual embaixada!
Aí, a equipa delineia novas estratégias e saboreia o prazer − pequenino e mesquinho − de estar na posição mais forte: Epá! Agora, temos um trunfo! Ena pá!, agora, podemos fazer chantagem! E pavoneia-se no edifício e no pátio que o circunda, enquanto lá fora, onde começa o passeio público e a estrada, o Ministro e as suas forças de elite os miram expectantes, mas impotentes.
As directivas mudam: a prioridade não é já colocar a menina a salvo, mas sim um gato preto, muito frágil e com hipotermia, para o qual é tecido a várias mãos, em turnos de vinte e quatro horas, um imenso cachecol, também preto, que o agasalhará quando passar despercebido, em frente aos inimigos, dentro de uma mala Sensonite.
Finalmente, − aleluia, haja esperança para este meu subconsciente! − mesmo antes de eu acordar, alguém, se questiona e pergunta para que se desloca sempre o outro tipo, com o filho deficiente nos ombros.

Ora bem:

Ponto 1: Que me perdoe o
João Gonçalves de ser assim arrastado para esta pequenina trapalhada, deste meu pequenino subconsciente, mas também quem é que o mandou chamar “Portugal dos Pequeninos” ao blog?!
Ponto 2: Está visto que tenho um problema mal resolvido com
gatos: são sempre frágeis e indefesos… mas, bolas, quem se lixa sempre sou eu (que tenho pesadelos)!
Ponto 3: Atenção, senhores realizadores, continuo receptiva a
propostas para argumentista! É fazerem fila!
 
 
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 17:37
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Poeta Aprendiz a 17 de Janeiro de 2007
Se isto foi um sonho, admito que finalmente encontrei alguém que rivalize os seus sonhos com os meus. Em termos de alucinações entenda-se...Ainda no outro dia matei a minha irmã - que não tenho - e o meu cunhado à facada e procurei 1001 maneiras de ludibriar a Polícia. Parece que consegui. Não voltei a sonnhar com o mesmo...

Comentar post


ver perfil

seguir perfil

. 9 seguidores

Espelho meu...

Nome: Eterna Descontente
Local: Lua, Mundo da Lua
eternadescontente@gmail.com

O meu alter-ego:
Sofia Bragança Buchholz

© Reservados todos os Direitos de Autor. Todos os textos, excepto quando devidamente assinalados, são da autora e a sua reprodução encontra-se interdita.

Era uma vez...

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Novembro 2017

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Fevereiro 2015

Novembro 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

pesquisar

subscrever feeds