Sábado, 29 de Janeiro de 2011

Hoje, sinto-me demasiado apertada no corpo que tenho


Radiohead - Creep
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 01:33
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

No comboio do amor

Começa sempre assim: primeiro, ela cautelosa a querer perceber onde um relacionamento com ele a pode levar, a tentar conhecê-lo, perceber se é um tipo decente em que valha a pena investir tempo e afecto, a cheirar a compatibilidade das suas hormonas com as dele. Ele, ao contrário, a atirar-se de cabeça, a bombardeá-la de telefonemas e mensagens, sempre presente, sempre em cima, de palavras bonitas e promessas que sabe que não pode cumprir, mas que o entusiasmo da conquista o faz, verdadeiramente, acreditar que sim. É ele a correr atrás dela.
Depois, ela começa a afeiçoar-se a ele, à sua voz a horas certas no telemóvel, ao seu riso e às suas graças, ao seu corpo e ao seu cheiro, à sua boca e ao seu hálito, assim, devagarinho, com calma, para que toda a informação captada pelos sentidos seja interpretada correctamente pelo cérebro de forma a que não haja enganos, de forma a que se criem laços, capazes de se tornarem fortes, duradouros. Nesta fase, estão os dois em sintonia, pois também ele a descobre com prazer, lhe desvenda a alma, lhe desnuda o corpo, lentamente, fazendo render o sabor desse sentimento inebriante que é a paixão. Nenhum tem defeitos aos olhos do outro. Um e outro são perfeitos. São virtudes os vícios; os tiques, particularidades engraçadas. O que vinte anos mais tarde juntos achariam exasperante tem agora piada. É giro. Nesta fase chamam-se de “querido” e “querida”, riem por tudo e por nada, parecem tontos − estão tontos! − de amor. Correm juntos um para o outro.
Depois, de repente, ele muda. Torna-se esquivo, menos presente. Ausente, até. Diminuem os seus telefonemas, escasseiam as suas mensagens. As dela, por seu lado, aumentam na proporção inversa das dele. Tudo assim, de repente, sem ela entender porquê. Ela bombardeia-o para o perceber, ele retrai-se − ainda mais − para não ter de dizer. As suas respostas soam a falso. As perguntas dela a maçadoras. É ela a agarrá-lo e ele a fugir.
É sempre assim. E se ela soubesse exactamente qual o momento em que esse volte-face se dá, saltaria da carruagem do comboio do amor no preciso momento antes de ele chegar. É que risco de se magoar, esse, seria consideravelmente menor.
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 04:46
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Estou assustada comigo mesma

Ando a gostar de ir ao ginásio!
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Once we were young, shiny and happy...


Música: OneRepublic - Secrets
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 00:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Simão e os argumentos de peso

Personagens:
• Simão, 10 anos
• Eu

Cenário:
Depois do jantar, ainda à mesa, eu e o Simão conversamos.
Já não me lembro a propósito de quê, a certa altura, ele pergunta-me:

Acção:
− Mas afinal que idade é que tu tens? Trinta e cinco, não é?
− Não, − respondo resignada. − Quarenta e três.
− Ah, − exclama ele, parecendo chocado com a resposta − mas não pareces nada!


Esqueci-me de dizer que ele queria muito, mas mesmo muito, que eu o levasse ao cinema nessa noite.
tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Antes que seja tarde demais

Eu concordo com esta petição contra o Novo Código Contributivo. Se concordas (independentemente de te identificares ou não com a ideologia do CDS-PP), assina também. Depois, quando o código já estiver em vigor, será já tarde demais para nos queixarmos.
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 20:41
link do post | comentar | favorito

Ah, se eu pudesse ter um cão!*

Foto: RedandJonny

*título roubado à Lady oh my Dog
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 18:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Outla vez aloz...

Eu juro que um dia... faço isto à minha vizinha de cima. Oh, pá, hoje outla vez!...

publicado por Sofia Bragança Buchholz às 18:29
link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Janeiro de 2011

Booom Ano!

Boom, boom, boom... even brighter than the moon, moon, moon!

tags:
publicado por Sofia Bragança Buchholz às 20:03
link do post | comentar | favorito

Espelho meu...

Nome: Eterna Descontente
Local: Lua, Mundo da Lua
eternadescontente@gmail.com

O meu alter-ego:
Sofia Bragança Buchholz

© Reservados todos os Direitos de Autor. Todos os textos, excepto quando devidamente assinalados, são da autora e a sua reprodução encontra-se interdita.

Sofia Bragança Buchholz

Era uma vez...

Agosto 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Fevereiro 2015

Novembro 2014

Abril 2014

Março 2014

Dezembro 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

tags

todas as tags

pesquisar

subscrever feeds